Você é sua marca

marca

Vivemos em um mundo de percepções, onde os “mais lembrados” acabam sempre levando imensa vantagem.

Essa lembrança tem que estar associada a um valor único e raro, algo que o diferencia: sua identidade, sua marca.

Em muitos casos a imagem do médico é mais lembrada do que a da própria clínica, devido ao contato direto com o paciente. Por isso, a própria identidade visual precisa conter características do médico e representar o conceito que a clínica deseja passar para seus pacientes e funcionários.

Vou listar algumas dicas para te ajudar a passar esse briefing para agência ou designer responsável:

1. Informe os adjetivos que aquela identidade tem que passar. Exemplo: elegância, seriedade, feminino ou masculino, divertido, alegre, etc..
2. Diga as cores que devem compor e as que não devem estar de forma alguma na identidade.
3. Se você já souber o símbolo que te represente, ótimo! Mas sempre peça algo estilizado e único. Por exemplo: se você quer representar seu logotipo com uma árvore, peça para que essa árvore seja diferenciada e única, e não simplesmente a silhueta de uma comum.
4. Se a identidade é pessoal, coloque sua especialidade.
5. E separe alguns exemplos de identidade que você gosta, assim o designer saberá qual o estilo se adapta melhor as suas necessidades.

Um grande abraço, e até a próxima.
Rodolfo Freire


admin

Últimas notícias

Tags

Adwords alvo anúncio Autoridade blog CFM conteúdo conversa CRM dica dicas digital Dr. K E-mail Marketing ebook email Empreendorismo Médico Facebook feedback Google Inbound Marketing Instagram Kapital Play marca marketing marketing de conteúdo Marketing Digital Marketing Médico Médico neuromarketing Persona pessoas Precificação público redes redes sociais regras relacionamento resultado segmentação site social storie vídeo whatsapp
×
Oi, posso te ajudar?