Como está sua Presença Digital fora do Facebook e do Instagram?

Se você possui uma página no Facebook ou uma conta comercial (perfil) no Instagram, saiba que apenas isso não é suficiente para ter uma presença digital forte. Isso porque existem muitas outras formas de você atingir o seu público: site, blog, canal de vídeos, e-mail marketing, app.

Além disso, há um grande perigo ao concentrar toda a sua estratégia de Marketing Digital em um único lugar… você corre o risco de perder seu canal de comunicação em um piscar de olhos! Em 2018, o mês de novembro foi marcado por dois acontecimentos pra lá de preocupantes para quem centraliza seu marketing digital no Facebook e no Instagram: o “Facebook Down”, evento em que o Facebook ficou instável por pelo menos 3 dias, e a atualização da API do Instagram, que passou a apagar as interações geradas por ferramentas de automação.

Agora, imagine que o “Facebook Down” aconteça mais vezes ou uma dessas atualizações do Instagram apague a sua conta e todo o conteúdo que você publicou lá (como aconteceu com vários usuários no ano passado). Será difícil restabelecer o contato com o público caso não haja outro canal disponível, certo?

Apenas isso, já deveria ser suficiente para você considerar expandir a sua presença digital para outras plataformas, mas, caso você não se sinta convencido ou não saiba como fazer isso, separei alguns dados e exemplos para te inspirar.

Desde 2016, vários instagrammers e celebridades têm migrado seu conteúdo para o Youtube e apps próprios. Percebendo essa movimentação, em Junho de 2018 foi lançado o IGTV, um recurso do Instagram para publicação de vídeos mais longos que veio para concorrer diretamente com o Youtube.

Um exemplo de celebridade que está presente em diversas redes sociais é a atriz e apresentadora Giovanna Ewbank, que além de página no Facebook, perfil no Instagram, conta no Twitter e canal no Youtube (e no IGTV!), também lançou curso online e app no ano passado.

Outro case de sucesso é o da influencer Gabriela Pugliesi, que começou com um perfil no Instagram, depois criou um portal de dicas e um canal no Youtube, centralizando esses canais em seu site pessoal, por onde o visitante consegue visualizar todas as atualizações.

Na área médica, podemos ver como exemplo de sucesso o oncologista Drauzio Varella! Além de presente nas principais redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter, possui ainda um canal no Youtube onde publica vídeos próprios e com especialistas convidados de outras áreas médicas para compartilhar conteúdo educacional sobre saúde.

Mas afinal, em quais redes sociais o médico precisa estar?

Estar presente no Facebook e no Instagram é muito importante para encontrar o seu público, afinal mensalmente são 127 milhões de usuários ativos do Facebook, apenas no Brasil. O Instagram, por sua vez, atingiu a marca de 1 bilhão de usuários no ano passado.

Entretanto, outra rede social que faz bonito é o Youtube, hoje o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo (perde apenas para o Google) e com um total de 1,9 bilhão de usuários ativos. Diariamente, as pessoas passam mais de um bilhão de horas assistindo vídeos!

Isso sem contar o Whatsapp, com 1,5 bilhão de usuários. Se você ainda não possui um número de whatsapp disponível para seu consultório, vale a pena considerar essa possibilidade.

Além de considerar a quantidade de usuários ativos (pessoas com contas e perfis nessas redes sociais), é preciso considerar também a estratégia que será aplicada em cada plataforma. Aqui você também pode explorar o seu site ou blog!

Pois é, se você acha que seu site serve única e exclusivamente para te encontrarem no Google, achou errado! Outro benefício que ele proporciona é a alta capacidade de análise de dados e captação de leads. O que é isso? É quando o usuário informa um dado de contato (na maioria das vezes o e-mail), para receber atualizações ou então para baixar alguma recompensa digital.

Caso mantenha as ferramentas de acompanhamento devidamente configuradas (por exemplo, o Google Analytics), você terá o controle das visitas e ações realizadas pelos internautas! Será possível analisar as páginas mais acessadas, as fontes de origem por onde as pessoas vieram até o site, se enviaram mensagens ou clicaram em links específicos e por aí vai.

A partir disso, você consegue adaptar a sua estratégia e torná-la ainda mais eficiente.

“Ok, mas peraí… eu preciso ter canal no Youtube, Twitter, app, blog e site?”

Depende! Aonde você quer chegar, qual é o seu objetivo? Lembra do exemplo do Drauzio Varella? Se analisarmos a forma como ele se comunica em cada uma das redes sociais em que está presente, veremos que não se trata apenas de replicar o mesmo conteúdo em todas elas. Isso porque o perfil do público e a maneira como o conteúdo é consumido são diferentes!

Por exemplo, no Youtube, não basta apenas publicar vídeos com a estrutura da clínica ou realizando os procedimentos. É preciso também compartilhar informação relevante e de qualidade! E será ainda melhor se for o médico quem estiver apresentando esse conteúdo, pois aumentará a sua autoridade.

DICA: Para quem ainda não tem afinidade com a câmera, pode começar aos poucos com os stories do Instagram, ou mesmo o IGTV, para ir se familiarizando com a rotina e a dinâmica de gravar vídeos.

O ponto a que quero chegar não é que você precisa correr, neste instante, e começar a criar contas e perfis em outras redes sociais, mas sim ter em mente de que existem diversos outros canais por onde você pode atingir o seu público!

“Não tenha medo de ser Criativo e experimental com seu Marketing” – Mike Volpe, CMO, HubSpot

Muitos médicos acreditam que o Marketing Digital para área da saúde é limitado devido às restrições do CFM quanto à divulgação dos serviços e tratamentos. Porém, com criatividade, ficando de olho nas tendências e (por que não?) uma parceria com especialistas, é possível atingir resultados surpreendentes.


Eloisa Gouvea
Eloisa Gouvea

Especialista em marketing digital, atua como analista e tráfego na Kapital. Pisciana com ascendente em libra, acredita em finais felizes e sabe que o tempo não para. Ama o que faz e encontrou grande prazer na musculação. #nobrainnogain

×
Quer melhorar a sua presença digital? Vamos conversar!