Você é sua marca

marca

Vivemos em um mundo de percepções, onde os “mais lembrados” acabam sempre levando imensa vantagem.

Essa lembrança tem que estar associada a um valor único e raro, algo que o diferencia: sua identidade, sua marca.

Em muitos casos a imagem do médico é mais lembrada do que a da própria clínica, devido ao contato direto com o paciente. Por isso, a própria identidade visual precisa conter características do médico e representar o conceito que a clínica deseja passar para seus pacientes e funcionários.

Vou listar algumas dicas para te ajudar a passar esse briefing para agência ou designer responsável:

1. Informe os adjetivos que aquela identidade tem que passar. Exemplo: elegância, seriedade, feminino ou masculino, divertido, alegre, etc..
2. Diga as cores que devem compor e as que não devem estar de forma alguma na identidade.
3. Se você já souber o símbolo que te represente, ótimo! Mas sempre peça algo estilizado e único. Por exemplo: se você quer representar seu logotipo com uma árvore, peça para que essa árvore seja diferenciada e única, e não simplesmente a silhueta de uma comum.
4. Se a identidade é pessoal, coloque sua especialidade.
5. E separe alguns exemplos de identidade que você gosta, assim o designer saberá qual o estilo se adapta melhor as suas necessidades.

Um grande abraço, e até a próxima.
Rodolfo Freire


admin

×
Oi, posso te ajudar?